sexta-feira, 15 de junho de 2012

Antena Bugs: Design

Design atemporal


As salas de jantar e cozinhas são ambientes de grande importância em uma casa onde nos "alimentamos" tanto física como emocionalmente. As sensações decorrentes dos aromas, gostos, sons ,cores, texturas e formatos destes ambientes nos remetem a momentos relacionados com boas refeições, encontros com amigos e de estar com a família.


Fonte: Oppa


Por isso na minha visão  tudo nestes ambientes deve contribuir para que tenhamos sensações marcantes de alegria e conforto. Neste sentido encontrar cadeiras de "bom design" com ergonomia perfeita,  leves e resistentes  para compor o visual de uma sala de jantar ou copa era uma de minhas buscas.
Encontrei nas cadeiras Bertoia um design leve e escultural, mas o principal é que elas estão sendo reeditadas em opções coloridas possibilitando trabalhar o conceito do color blocking também nas áreas de refeição!   



Bertóia  - O gênio dos Metais


Muitas peças de design, devido a um conjunto de fatores, transcendem o tempo e continuam sendo produzidas muitas décadas depois de sua criação. Neste sentido uma das peças mais emblemáticas são
as maravilhosas cadeiras criadas por Harry Bertoia.
Harry Bertoia (1915-1978) foi um habilidoso designer italiano que criou na década de 50 um conjunto reduzido de peças de mobiliário que utilizavam como matéria prima principal o metal e que devido ao seu conceito atemporal se tornaram clássicos do design internacional. As cadeiras de Bertoia eram constituídas de uma malha metálica esculpida ergonomicamente com perfeição.

Bertóia talvez viajando em imaginação flutuando nas
cestas que inspiraram a suas criações  


Hoje pode-se encontrar estas verdadeiras esculturas em forma de cadeira em grande variedade de cores no site da Oppa

Bertoia nasceu em 10 de Março de 1915 em San Lorenzo, Perdone, Itália, emigrou em 1930 para os Estados Unidos onde aprendeu a fazer jóias feitas a mão. Em  1939, abriu sua própria oficina onde lecionou aulas de design de jóias e serralheria.


Fonte: Oppa
O sucesso comercial alcançado por Bertoia em meados dos anos 50 com a venda de suas leves e elegantes cadeiras  foi tão grande que somente com o lucro dos royalties conseguiu dedicar-se exclusivamente às esculturas feitas com metais que eram sua paixão.




Suas pesquisas com diferentes metais, permitiu que os mesmos fossem manipulados para produzir sons. Suas esculturas eram confeccionadas com elementos móveis que movimentavam-se ao serem tocadas ou com o vendo permitindo a criação de diferentes tons. Com os “instrumentos” produzidos com os metais, Bertoia tocou em uma série de concertos e  produziu nove álbuns, intitulados “Sonambient”.

2 comentários:

✿ chica disse...

Lindas cadeiras e lindo post, bem elucidativo! beijos,chica

Marion disse...

Concordo... Lugar de comer tem q ser muito bom... Pq a gente come ali, a gente fica conversando e divagando, a gente fica se divertindo! Gostei de saber do Bertoia... É claro q eu não tinha a mínima noção... :) abs.